Por ser um país tropical, o Brasil tem muita chuva no período do verão, em quase todos os estados. Janeiro e fevereiro são meses que a chuva são bem constantes. Com o aumento do volume de chuva, a produção de energia aumenta nas hidrelétricas e com isso, o custo da energia elétrica tende a reduzir.

Periodos de chuvas

Mas como as chuvas podem afetar no fornecimento de energia? Hoje em nosso BLOG explicaremos melhor essa relação entre volume de chuvas e fornecimento de energia para sua residência ou empresa.

Em sua maioria, mais de 70%, a energia elétrica consumida no Brasil vem de usinas hidrelétricas, ou melhor, através do movimento das turbinas com a passagem da água, a eletricidade é gerada. Para que essas turbinas se movimentem, é necessário que a água esteja represada de forma natural, ou seja, o fornecimento depende diretamente do volume das chuvas. A principal e mais importante condição para produzir energia nas hidrelétricas, é o volume de água disponível. Dessa forma podemos observar que, em períodos de chuva existe o aumento de volume de água nas represas e consequentemente o aumento da produção de energia. O mesmo acontece no contrário, em períodos de pouca chuva, temos a redução na geração de energia elétrica.

Por que o Brasil optou por esse modelo de geração de energia?

Como falamos anteriormente, mais 70% de toda energia gerada em nosso país, vem de usinas hidrelétricas. Esse modelo que demanda investimentos modestos em comparação com os modelos que predominam em outros países. É um modelo de geração seguro e limpo.

O Brasil tem um recurso hídrico para geração de eletricidade que é o terceiro maior do mundo, ficando abaixo apenas de China e Rússia, que possuem territórios maiores. Isso influenciou muito para que esse modelo fosse o adotado pelo país. Mesmo com todo o investimento que é feito no setor, aproximadamente 25% desse potencial é explorado no país.

Há mais de 120 anos, foi criada a primeira usina hidrelétrica do país, no Rio Paraibuna. O seu sucesso foi importante para que outras usinas fossem criadas ao longo dos anos. A mais conhecida é a de Itaipú, que a maior geradora de energia renovável e limpa do mundo. Foi construída em parceria com o governo paraguaio, na fronteira com o país.

Como as chuvas podem refletir na minha conta de luz?

Para a produção de energia elétrica, as usinas precisam de água em seus reservatórios. Se esses níveis ficarem muito baixo, essa produção é afetada e podemos ter até a parada das turbinas. E para que esses reservatórios sejam abastecidos, precisamos das chuvas.

O Brasil tem um clima privilegiado, o que favorece muito as hidrelétricas. Mas se esse volume reduz, para que possamos evitar apagões, usinas termelétricas são instaladas. Por outro lado, o uso dessas usinas termelétricas encarece a tarifa na conta de luz, o que afeta diretamente o consumidor final. Esse custo é repassado aos consumidores através das chamadas bandeiras tarifárias. Essa cobrança é temporária, até que os níveis dos reservatórios voltem ao normal.

Bandeiras tarifárias

Para ajudar na compensação dos custos com a geração de energia, a Aneel (Agência nacional de Energia Elétrica) criou as bandeiras tarifárias que são cobranças extras na conta de luz no final do mês.

Tipos de bandeiras

Bandeira verde – nessa fase não existe nenhuma cobrança ao consumidor final, pois as condições são favoráveis.

Bandeira amarela – Em janeiro de 2021 no Rio de Janeiro, tivemos a bandeira amarela, e consequentemente um custo extra de R$1,34 para cada 100kWh consumidos.

Bandeira Vermelha – Em dezembro de 2020 no Rio de Janeiro, tivemos a bandeira vermelha que gerou uma cobrança extra de R$6,24 por cada 100kWh consumidor.

A informação da bandeira adotada é divulgada mensalmente pela Aneel e essa tarifa valerá para o próximo mês.  O desperdício e uso exagerado da energia aumentam a demanda sobre o sistema, podendo sobrecarregar a produção e automaticamente elevar o custo da sua conta de luz.

O que pode ser feito para reduzir sua conta de luz

Se você possui uma empresa ou indústria que consome muita energia, a utilização de geradores é uma excelente opção. Os geradores são capazes de produzir energia elétrica através de outra energia não elétrica. São usados com o objetivo de garantir a energia no momento de uma interrupção ou falha na corrente elétrica.  Esse equipamento pode manter o funcionamento de uma empresa por muitas horas, evitando assim que tenha perda de energia mesmo que temporária. Por garantir o funcionamento normal nos períodos de interrupção de fornecimento de energia, os geradores se tornaram essenciais para imóveis comerciais e industriais.

Além de evitar parada temporária, os geradores são muito usados como forma de redução do custo com energia. Muitas empresas possuem um custo muito elevado e utilizam o gerador nos horários de pico e custo mais alto da energia.

AMPHER realiza a venda de grupos geradores junto com fabricante, atendendo diversos segmentos. Aqui você realmente encontra soluções completas e sempre garantindo a qualidade, segurança e aplicação das normas da ABNT para os setores: comercial, industrial, hospitalar e residencial (alto padrão).

Tenha um atendimento diferenciado! Entre em contato agora pelo link https://ampher.com.br/ ou pelos telefones (21) 3867-2818 l (21) 96927-0162.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA