Qual a importância da termografia elétrica

No universo das instalações elétricas, há uma série de cuidados e medidas preventivas para assegurar que a instalação esteja dentro dos padrões de qualidade e segurança para futuros usuários e profissionais de manutenção.

Uma das técnicas usadas é a termografia elétrica ou inspeção termográfica, um teste de identificação de possíveis falhas na instalação.

Para entender melhor o que é e qual a importância da termografia elétrica, continue lendo.

O que é termografia elétrica?

A termografia elétrica é um teste não-destrutivo que examina a calorimetria na instalação elétrica, detectando uma série de possíveis desajustes, tais como:

A análise termográfica é feita a partir de inspeção infravermelha, que constata a temperatura e o acúmulo de calor na superfície de um objeto.

A termografia elétrica é usada para detectar problemas que causam alto consumo de energia, funcionamento sinistro e falhas de funcionamento nos equipamentos, paradas repentinas e contínua manutenção.

Como a termografia elétrica pode ser usada para testar equipamentos elétricos?

O montante de calor gerado por sistemas elétricos que estejam energizados está diretamente relacionado à quantidade de corrente elétrica que atravessa o sistema, às conexões individuais e à resistência dos componentes.

Com a deterioração natural dos elementos do sistema, a resistência é aumentada e um foco de calorimetria pode acontecer.

O mesmo acontece com conexões mal executadas, aumentando a resistência e, logo, o calor.

Os instrumentos de teste, incluindo câmeras e termômetros, detectam e convertem a radiação infravermelha em uma imagem térmica (ou em um valor de temperatura), avaliando a condição térmica do objeto.

Qual a importância e benefícios da termografia elétrica?

Estima-se que 10% dos acidentes elétricos e incêndios em empresas possuem causas diretamente ligadas à pane do sistema elétrico, como conexão precária de terminais e perda de isolamento elétrico.

Qualquer falha dentro do sistema elétrico pode gerar, além de consumo excessivo de energia, altos valores de manutenção em componentes do sistema.

Fora isso, manter um sistema elétrico sadio diminui potencialmente a exposição de funcionários e profissionais de manutenção ao risco de choques elétricos e contato com curto-circuitos.

Fazendo regularmente a testagem da termografia elétrica, os riscos de panes elétricos e problemas relacionados aos sistema diminuem veementemente.

Além disso, a termografia elétrica possui outros benefícios:

Conclusão

Para manter um sistema elétrico saudável, funcionando em seu máximo potencial e oferecendo um índice mínimo de risco, a termografia elétrica deve integrar a manutenção frequente do sistema.

É altamente recomendado que, pelo menos a cada seis meses, haja uma termografia elétrica em painéis de comando, painéis de circuito e transformadores responsáveis por todo o maquinário da empresa.

Manter um cronograma preventivo de termografia elétrica protege, melhora o desempenho e mantém segura sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA